Machu Picchu, berço da civilização Inca

O Peru foi o berço de uma das civilizações mais interessantes e intrigantes da história: os incas. Atualmente, as marcas desse incrível povo estão espalhadas por todo o país.

A uma hora de avião de Lima, chega-se a Cuzco – uma cidade aconchegante que preserva construções incaicas e arquitetura colonial em templos e palácios históricos espalhados pela cidade. Antiga capital administrativa, militar e religiosa do império inca, a cidade fica a 3.360 metros do nível do mar e exige de seus visitantes alguns cuidados como andar devagar, comer pouco e evitar grandes esforços físicos nas primeiras horas de estada. Para amenizar os possíveis efeitos da altitude, os simpáticos anfitriões dãos as boas vindas com chá de coca e músicas típicas.

A cerca de 15 km ao norte de Cuzco e a caminho de Machu Picchu está o Vale Sagrado, que abriga diversos sítios arqueológicos e povoados que parecem viver ainda no tempo da colônia. Face à fertilidade de suas terras, os incas desenvolveram centros de agricultura por toda sua extensão.

Machu Picchu está encravada na área mais inacessível dos Andes, escondida dentro da floresta tropical a 2.400 metros de altitude. Com localização geográfica privilegiada, combina montanhas sagradas, água corrente e um alinhamento celestial quase perfeito. Patrimônio cultural da humanidade, a cidade perdida foi toda construída com pedras unidas sem ajuda de cimento ou barro.

A disposição dos prédios, a excelência do trabalho e o grande número de terraços para agricultura são impressionantes. No meio das montanhas, os templos, casas e cemitérios estão distribuídos de maneira organizada, abrindo ruas e escadarias. Segundo a histórica inca, tudo planejado para a passagem do deus sol.

É possível chegar à cidade sagrada de trem, mas a opção imperdível para quem gosta de aventura é percorrer a Trilha Inca e chegar em Machu Picchu pela Porta do Sol. Pode-se realizar a trilha completa, caminhando 45 km em 4 dias e fazendo pernoites nos acampamentos com total infra-estrutura, ou fazer a trilha curta em dois dias, com pernoite no alojamento próximo às ruínas de Wina Wayna, chegando à Porta do Sol pela manhã. Outra opção é caminhar 12 km num único dia, chegando em Machu Picchu no final da tarde.

Além da aventura de percorrer o caminho sagrado que levava os incas à cidade de Machu Picchu, a Trilha Inca possui 18 conjuntos arqueológicos constituídos por vivendas, canais de irrigação, terraços de cultivo, muralhas e adoratórios. Durante os 4 dias de caminhada (ou 2 para quem opta pela Trilha Inca Curta), o pernoite é feito em acampamentos e as temperaturas podem cair bastante devido às elevadas altitudes. O povoado mais próximo a Machu Picchu é Águas Calientes, que possui uma pequena infra-estrutura turística. Seu nome se deve à presença de águas termais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s